O ensino internacional abre as portas para a escola do futuro


Ao adotar uma metologia de ensino internacional associado à cultura brasileira, a escola dá um importante passo na preparação de seus alunos para os avanços do século XXI.

A busca pela excelência do ensino e por metodologias de ensino focadas no protagonismo do aluno tem levado escolas brasileiras a rever sua didática. Afinal, quando se fala em educação do futuro, os velhos modelos parecem já não mais atender aos anseios de jovens que transitam com facilidade pelos meios digitais e absorvem as novas tecnologias com uma tranquilidade que chega a assustar aos professores.

Segundo a pesquisadora Marjo Kyllönen, da Secretaria de Educação de Helsinque, na Finlândia, país que é referência mundial em educação, “a necessidade de transformações no modelo educacional se baseia no intuito de absorver metodologias e práticas mais conectadas com o mundo atual”. Nesse sentido, integram esse processo o rompimento com disciplinas isoladas, o trabalho colaborativo entre alunos e professores e o ensino baseado em projetos que apontam para os principais desafios globais. Na Finlândia isso já acontece há pelo menos uns dois anos. O objetivo, segundo a especialista, é desenvolver competências que transformem o aluno em um "ator ativo", detentor do conhecimento que o posiciona num contexto mais globalizado e que o permita transitar em uma realidade de rápidas mudanças tecnológicas e de comunicação.

Neste sentido, inovações como a integração de um conteúdo curricular internacional ao currículo brasileiro proporciona à escola a ampliação do repertório acadêmico do estudante por meio de metodologias que o colocam no centro do aprendizado. Usando as ferramentas voltadas para o estímulo ao aprendizado, o programa conecta os alunos com técnicas que facilitam o desenvolvimento de habilidades socioemocionais e outras relacionadas à escrita, leitura e fala, importantes para a sua formação global. Além disso, o ensino internacional amplia o horizonte de conhecimentos por meio de didáticas diferenciadas e pesquisas na web, cujos resultados em inglês apresentam um repertório de informações muito mais amplo, além de conteúdos rapidamente atualizados.

#educaçãointernacional #escoladofuturo #Novastecnologias #ModeloEducacional

0 visualização

Support / Membership

pea21.jpg

GALERIA