Quais as diferenças entre escolas internacionais e bilíngues?


As escolas internacionais utilizam idioma, calendário e grade curricular do país de origem. Uma escola internacional americana instalada em alguma cidade brasileira ensina todo o seu conteúdo em inglês, o calendário seguido é o calendário americano, ou seja, o início das aulas acontece no mês de setembro e os assuntos ensinados também são voltados para a cultura dos EUA. Por exemplo, em aulas de História os alunos estudam sobre George Washington e não sobre Prudente de Morais, crianças leem Mark Twain e não Monteiro Lobato.

A escola bilíngue possui uma abordagem distinta. Diferentemente das escolas tradicionais, que ensinam idiomas em matérias específicas, as escolas bilíngues utilizam o segundo idioma na totalidade de suas aulas, ou seja, em vez de os alunos terem aulas de inglês, eles têm aulas em inglês. Ciências, Biologia, Matemática, enfim, todas as matérias ensinadas nesse segundo idioma. Mais do que um curso de idiomas, é um processo de completa imersão cultural.

Em escolas bilíngues as crianças leem autores brasileiros e internacionais, uma vez que, em geral, no ensino bilíngue o dia é dividido em dois. Em um período os alunos têm aulas na língua materna e, no contraturno, aulas no segundo idioma. Desta forma, eles poderiam conversar sobre Huckeberry Finn em uma manhã e se deliciar nas histórias do Pica-Pau Amarelo em uma tarde.

O que é uma escola brasileira com programa de ensino internacional?

Ao adotar um programa de ensino internacional, a escola brasileira proporciona aos alunos um ensino convalidado nos dois países. Neste caso, os alunos estudam na própria escola utilizando material didático americano, igual ao usado nas escolas dos EUA e em diversos países do mundo, seguindo o calendário das escolas brasileiras. Um grande diferencial, ao adotar esse programa, é que as aulas seguem a metodologia blended learning, moderna ferramenta pedagógica que coloca o aluno no centro do aprendizado uma vez que ele é sujeito ativo na busca pelo conhecimento. Os professores são facilitadores que conduzem as aulas e estimulam os alunos nesse processo.

As escolas que adotam o programa passam a oferecer um espaço de language acquisition, no qual o inglês é utilizado como instrumento de aprendizado das disciplinas e da cultura norte-americana, através dos diversos módulos do programa internacional.

Independentemente do tipo de escola escolhida pelos pais, esse contato com diferentes culturas proporciona benefícios à criança, não somente preparando-a para a vida profissional, mas criando indivíduos conscientes das diferenças culturais e com uma mentalidade global.

Por meio de parcerias, a AmericanEdu proporciona um ambiente multicultural no qual a coexistência de dois idiomas, português e inglês, desenvolve nos alunos, além da proficiência, a habilidade de equacionar os contrastes linguísticos e os diferentes valores culturais, fundamentais para seu futuro pessoal e profissional.

#escolasinternacionais #ensinobilíngue #ensinointernacional

154 visualizações

Support / Membership

pea21.jpg

GALERIA