Currículo americano integrado à grade curricular brasileira


Em um segmento competitivo como o educacional, escolas brasileiras buscam relevância e inovam ao incorporar o ensino internacional à grade curricular regular

Escolas de ponta no cenário educacional brasileiro inovam ao adotar o modelo de ensino internacional concomitante ao currículo do curso regular, desde o ensino fundamental (midlle school) até o ensino médio (high school).

Presentes em vários estados brasileiros, de norte a sul do país, esse modelo de ensino representa uma significativa mudança dentro de todo o processo de educação, por manter o currículo nacional e permitir, aos alunos, a possibilidade de cursar o currículo oficial americano por meio de aulas como se estivesse em uma escola nos Estados Unidos. Os resultados, de acordo com representantes de algumas escolas impactadas, foi o aumento de 40% dos alunos a partir da implantação do modelo internacional.

Além dos benefícios de incluir naturalmente um segundo idioma na formação escolar, deve se levar em conta também a vivência dos aspectos multiculturais que somente o ensino internacional pode proporcionar, desenvolvendo habilidades linguísticas e ampliando o repertório cultural dos alunos. Ao final do curso, eles estão muito melhor preparados para o ingresso em universidades estrangeiras e também para as mais renomadas universidades brasileiras, pois são duplamente diplomados, pelo sistema educacional brasileiro e americano

Vale mencionar que algumas faculdades de ponta no Brasil já utilizam o diploma de algumas escolas internacionais como validação para o ingresso em seus cursos, com a explicação de que seus alunos possuem uma preparação mais abrangente e têm um perfil acadêmico que corresponde às expectativas de seus cursos.

Outra vantagem ao adotar o ensino americano no currículo brasileiro é poder englobar as aulas de inglês num formato bilíngue, no qual o segundo idioma é naturalmente incorporado no dia a dia da aulas, tornando desnecessárias as aulas de inglês no conceito tradicional.

Quando o assunto é custo, melhor falar em custo-benefício, pois o valor de uma mensalidade em escola que adota o ensino internacional pode ser compatível com a realização do currículo regular brasileiro somado às aulas de inglês em um curso melhor referenciado.

No modelo de ensino que adota o currículo oficial americano, os alunos recebem créditos pelas disciplinas cursadas, que são válidos para continuidade dos estudos em qualquer escola dos EUA, em qualquer tempo, uma vez que seguem os padrões oficiais adotados no país.

Para saber mais sobre o processo de internacionalização de currículos em escolas brasileiras, ensino bilíngue e metodologias, consulte sem compromisso nossa consultoria para todo o Brasil:

Juliana Frigerio Skype: jufrigerio Tel: (11) 3087-9101


131 visualizações

Support / Membership

pea21.jpg

GALERIA